JURO-DIs caem com inflação menor e fraqueza externa

SÃO PAULO, 14 de outubro (Reuters) – As projeções de juros
caíam nesta quinta-feira, que trouxe dados mais amenos de
inflação doméstica e que via ajuste de baixa nas bolsas
externas.

Às 11h13, o contrato de Depósito Interfinanceiro (DI)
janeiro de 2012 projetava 11,28 por cento, contra
11,34 por cento no ajuste da véspera.

O DI janeiro de 2013 estava em 11,65 por cento,
ante 11,76 por cento na quarta-feira.

A inflação pelo Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M)
desacelerou para 0,75 por cento na primeira prévia de outubro,
contra 0,99 por cento em igual período de setembro. Analistas
previam, segundo a mediana das respostas, alta de 0,98 por
cento [ID:nN1493186].

“De maneira geral, esse resultado sugere que os próximos
IGPs devem se concentrar em patamares menores do que os
observados em setembro”, afirmou o Bradesco em nota a
clientes.

O número contrabalançou o dado do varejo brasileiro, cujas
vendas cresceram 2 por cento em agosto sobre julho e 10,4 por
cento em relação a igual mês do ano passado, superando as
previsões do mercado [ID:nSAR002419].

No mercado internacional, as bolsas operavam em leve queda,
com perdas do setor bancário em Wall Street. O FBR Capital
Markets previu que o setor bancário dos Estados Unidos enfrenta
perdas relacionadas a execuções de hipotecas de 6 bilhões a 10
bilhões de dólares. No mercado cambial, o dólar subia ante o
real.

(Reportagem de Vanessa Stelzer; Edição de Silvio Cascione)