Julgamento de Lula e tudo para ler antes de a Bolsa abrir

Recurso da condenação do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva será julgado no dia 24 de janeiro

São Paulo – Leia as principais notícias desta quarta-feira (13) para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

Tribunal da Lava Jato marca julgamento de Lula para 24 de janeiro. O ex-presidente foi condenado pelo juiz federal Sérgio Moro a 9 anos e 6 meses por corrupção e lavagem de dinheiro em 1.ª instância, no caso triplex.

Aliados de Temer já admitem que reforma deve ficar para 2018. Votação do texto deve ser adiado apesar dos esforços da base aliada para conseguir votos e as várias verbas prometidas.

Acordo Mercosul-União Europeia avança, mas fica agora para 2018. Blocos sinalizaram uma aproximação para fechar o acordo, mas a definição do processo ficará para o ano que vem.

Laudos sobre obras da Odebrecht apontam superfaturamento. Resultados da perícia contestam a versão da empreiteira, que negou irregularidades nas obras.

Oi apresenta novo plano com o apoio de credores. Para os credores da companhia, a proposta é a primeira a ter chances de ser aprovada em assembleia.

Candidato de Trump ao Senado é derrotado após denúncia de assédio. Vitória democrata em um dos estados mais conservadores dos Estados Unidos representa um revés amargo para o presidente americano.

Política e mundo

Sentimento majoritário é deixar reforma da Previdência para 2018, diz relatorTemer afirmou na terça que é “fundamental” votar a reforma este ano, mas já admitiu que isso pode ficar para o início de 2018.

Estado do Rio aprova Orçamento de 2018 com rombo de R$ 10 bilhões. Conforme o projeto de lei orçamentária enviado pelo Executivo, as receitas líquidas estão estimadas em R$ 62,575 bilhões.

Cremerj decreta “estado de calamidade pública técnico” na saúde do Rio. Segundo o presidente do Cremerj, Nelson Nahon, a situação é caótica e de “crise absoluta”.

Adesão ao acordo da poupança será dividida em 11 lotes. Os lotes serão separados por ano de nascimento do poupador, assim, de acordo com a AGU, pessoas com idades mais altas poderão receber antes. Saiba mais sobre o acordo que vai compensar perdas da poupança.

Ilan: reforma tributária nos EUA pode afetar cenário benigno do país. Cenário benigno, de acordo com Ilan, é a queda da inflação para uma taxa inferior ao centro da meta, de 4,5%, crescimento do PIB e redução da taxa básica de juros.

Republicanos concordam em cortar imposto corporativo nos EUA. Os negociadores concordaram em deixar o imposto em 21% para compensar as perdas de receita de outros cortes nos impostos, de acordo com dois assessores de congressistas republicanos.

Enquanto você desligou…

Petros vende participação indireta na Eldorado por R$665,7 milhões. A fatia vendida correspondia à participação indireta de 8,53% no capital da produtora de celulose Eldorado Brasil.

Petrobras propõe a funcionários reajuste de 1,73%Empresa e sindicatos vêm negociando um acordo desde setembro, sem obter sucesso. Petroleiros chegaram a aprovar uma greve em assembleias no mês passado, mas nenhuma data foi marcada.

TCU aprova acordo de leniência da SBM Offshore. Pelo acordo, a SBM, que admitiu ter pago propina para obter contratos com a Petrobras em relação à operação de plataformas de exploração de petróleo, se compromete a pagar R$ 1,2 bilhão em débito e multa.

BR e Burger garantem seus IPOs. Companhias anteciparam em um dia o prazo para envio de pedidos de reserva de papéis pelos investidores.

MRV vai dobrar investimento até 2028; ações saltam mais de 5%. As ações da MRV foram o destaque positivo do Ibovespa nesta terça-feira, fechando com alta de 5,43%, cotadas a 14,18 reais. Em 2017, acumulam ganho de 35,4%.

Fibria fecha contrato de pré-pagamento de exportação de US$ 700 mi. A amortização do valor principal será feita a partir do 15º mês, com vencimento em até 5 anos e incidência dos juros Libor mais 1,15% ao ano.

Agenda do dia

Nesta quarta-feira, sai o resultado de outubro das vendas no varejo. Nos Estados Unidos, sai o IPC-núcleo de novembro.

Veja também