JPMorgan eleva ações brasileiras para ‘overweight’ após Copom

O Comitê de Política Monetária reduziu a taxa básica de juros em 0,5 ponto percentual, surpreendendo economistas e operadores de mercado

São Paulo – O JPMorgan Chase & Co. elevou sua recomendação para as ações brasileiras de “underweight” para “overweight”, citando a decisão do Banco Central de reduzir o juro básico.

O Comitê de Política Monetária reduziu a taxa básica de juros em 0,5 ponto percentual, surpreendendo economistas e operadores de mercado. A decisão deve-se ao risco de recessão em países desenvolvidos, segundo o BC. Com a decisão, o Brasil torna-se o segundo país do Grupo dos 20 a reduzir os juros em resposta à piora na perspectiva econômica global.

“É uma surpresa positiva”, escreveram os analistas do banco incluindo Emy Shayo Cherman, em relatório a clientes. “A notícia dá força ao ciclo de alta em relação às recentes baixas.”