JPMorgan cria índice de volatilidade com base em tuítes de Trump

“Volfefe” verifica como rendimentos de títulos americanos variaram após postagens de presidente no Twitter

Analistas do banco de investimento JPMorgan desenvolveram o Volfefe, um índice que tenta mensurar os impactos dos tuítes do presidente Donald Trump no mercado financeiro. A conclusão veio por meio de estatísticas: as publicações provocam aumento da volatilidade.

O índice Volfefe  calcula os efeitos dos tuítes por meio de como a curva de rendimento dos títulos americanos de 10 anos variaram cinco minutos após as postagens de Donald Trump. Com base nesse método, eles concluíram que, entre 2018 e 2019, 146 tuítes tiveram impacto real no mercado. De acordo com os analistas esse tipo de postagem se intensificou em agosto.

“Tuítes que mexem com o mercado tendem a estar relacionados à política monetária e ao comércio. O comércio tem sido o tema dominante, mas o tópico que vem surgindo e crescendo rapidamente é política monetária”, escreveram os analistas do JPMorgan em relatório.

Nas últimas semanas, o Donald Trump tem insultado o chairman do Federal Reserve, Jerome Powell, publicamente via Twitter. Em uma recente postagem, o presidente dos Estados Unidos chegou a questionar se o pior inimigo da nação era Powell ou ou o líder chinês, Xi Jinping. No caso, o mercado sentiu os efeitos da postagem de forma imediata.

O estudo concluiu que palavras como “China”, bilhão” e “produtos” foram as que mais figuraram nos tuítes que balançarem os mercados. “Isso nos fornece uma maneira de acompanhar os tópicos que o mercado considerou importante dentro de uma variedade muito mais ampla de assuntos”, afirmaram os analistas no relatório.

Veja também

O nome dado ao índice é inspirado em um misterioso tuíte do presidente, que viralizou em maio de 2017. Na ocasião, Donald Trump postou a seguinte frase: “Apesar da imprensa negativa ‘covfefe’”. Embora a mensagem não tenha sido compreendida por seus seguidores, ela chegou a ser retuitada por mais de 70 mil contas.

No dia seguinte o próprio Trump, em tom de ironia, comentou: “Quem consegue decifrar o verdadeiro significado de ‘covfefe’ ??? Divirtam-se!”. É possível que até hoje ninguém tenha superado o desafio, mas o JPMorgan resolveu brincar com a palavra.

O próprio JPMorgan enfatizou que a utilidade do estudo em pontuar tuítes específicos com a volatilidade do mercado é “um pouco limitado”. “No entanto, podemos usar os dados para construir agregados estatísticos – um índice “Twitter-vol” – com os quais é possível monitorar e quantificar mudanças no ambiente de mercado”.