IPO errado poderá dar cadeia em Hong Kong

Regulador local receberá opiniões sobre regras mais rígidas pelos próximos dois meses

São Paulo – Na tentativa de melhorar a governança corporativa em ofertas públicas de ações (IPOs), a Securities and Futures Commission, que regula o mercado financeiro em Hong Kong, colocou em consulta pública uma série de medidas que incluem a prisão de quem mentir no prospecto de uma operação.

Durante dois meses, o regulador vai receber pela internet opiniões do público sobre as regras propostas, que vão complementar, e não substituir as existentes.

No documento com as ações previstas, a comissão inclui a possibilidade de que os responsáveis por aprovar o prospecto que tenha alguma declaração falsa sobre a empresa ou a operação pode ter que pagar uma multa de mais de 700 mil dólares e passar até três anos na prisão.

Se as propostas forem aprovadas sem muitas alterações, quem promover falsas declarações nos documentos de um IPO poderá ser processado por investidores e punido pela justiça civil e criminal.
http://d1nfmblh2wz0fd.cloudfront.net/items/loaders/loader_1063.js?aoi=1311798366&pid=1063&zoneid=14729&cid=&rid=&ccid=&ip=