IPO da CPFL Energias Renováveis pode sair ainda em 2012

Oferta foi cancelada na semana passada e deve ser retomada assim que as condições de mercado permitirem, segundo o presidente da CPFL Energia, Wilson Ferreira Junior

Rio de Janeiro – A oferta pública inicial de ações (IPO, na sigla em inglês) da CPFL Energias Renováveis, cancelada na semana passada, deve ser retomada assim que as condições de mercado permitirem, segundo o presidente da CPFL Energia, Wilson Ferreira Junior. “Sou muito otimista com relação a chegar ao fim do ano, início do ano que vem, e poder retomar a operação”, disse o executivo, que participou nesta quinta-feira da Futurecom, feira de negócios realizada no Rio de Janeiro.

Segundo Ferreira, o IPO é importante para o crescimento da companhia, mas a empresa está suficientemente capitalizada para os atuais projetos, como o da construção de 700 megawatts em eólicas, biomassa e uma PCH.

“A companhia não tem nenhum tipo de pressão de caixa ou limitação. Tanto que comprou várias empresas ao longo deste ano. O IPO é um desejo futuro, para que alguns acionistas possam ter liquidez”, disse Ferreira.

O executivo atribui o cancelamento da oferta de ações ao atual momento econômico e às pressões geradas nos mercados com a crise na zona do euro. Segundo ele, a definição do pacote do governo para o setor de energia não tem uma interferência direta no cancelamento, mas “a perspectiva de esperar o fim dos trabalhos é melhor” porque as incertezas deixam o mercado sensível.