Inspirada na Nasdaq, plataforma STAR Market tem estreia forte na China

Plataforma STAR Market é direcionada para empresas de tecnologia de origem local

Xangai — A euforia tomou conta com a estreia nesta segunda-feira do STAR Market, nova plataforma chinesa ao estilo Nasdaq voltada para empresas de tecnologia de origem local, com as ações disparando até 520% e os preços superando até mesmo as expectativas de investidores veteranos. A animação com a nova plataforma do mercado levou os índices tradicionais das bolsas da Ásia a caírem.

A nova plataforma ainda aumentou o valor combinado das empresas em 44 bilhões de dólares. Dezesseis da primeira leva de 25 empresas –que vão de fabricantes de chips a empresas de saúde — mais do que dobraram os já fortes preços de oferta pública inicial de ações (IPO) no STAR Market, que é operado pela bolsa de Xangai.

As empresas registraram ganhos médios de 140% no primeiro dia de negociações. O desempenho mais fraco foi um salto de 84,22%.

No total, o dia teve criação de cerca de 305 bilhões de iuanes (44,3 bilhões de dólares) em nova capitalização de mercado, de acordo com cálculos da Reuters.

“Os ganhos de preços são mais loucos do que esperávamos”, disse Stephen Huang, vice-presidente da Shanghai See Truth Investment Management. “São boas empresas, mas os valores são altos demais. Comprá-las agora não faz sentido.”

Com base no Nasdaq e completo com um sistema de IPOs ao estilo dos EUA, o STAR pode ser a tentativa mais ousada da China de reformas no mercado de capital até agora.

Quedas

O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, terminou com queda de 0,69%, enquanto o índice de Xangai caiu 1,27%. Mais de 40 ações caíram o limite diário de 10%.

A euforia tomou conta com a estreia nesta segunda-feira do STAR Market, voltada para empresas de tecnologia de origem local, com as ações disparando até 520% e os preços superando até mesmo as expectativas de investidores veteranos.

As ações também foram pressionadas pela redução das expectativas de um agressivo corte de juros pelo Federal Reserve, banco central dos Estados Unidos.

As expectativas de um corte de 0,50 ponto percentual diminuíram ainda mais depois que o Wall Street Journal noticiou que o Fed deve cortar os juros em 0,25 ponto quando se reunir neste mês, e pode fazer novas reduções no futuro dado o crescimento global e as incertezas comerciais.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei recuou 0,23%, a 21.416 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG caiu 1,37%, a 28.371 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 1,27%, a 2.886 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,69%, a 3.781 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve desvalorização de 0,05%, a 2.093 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 0,66%, a 10.944 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,61%, a 3.357 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 recuou 0,14%, a 6.691 pontos.