Inquilino devolve sete andares do Fundo Imobiliário Memorial

Inquilino do Edifício Memorial Office Building decidiu devolver antecipadamente sete andares do prédio, o que equivale a 23% dos 30 andares

Sãoi Paulo – A Coin DTVM, administradora do Fundo Imobiliário Memorial Office, informou ao mercado hoje que um inquilino do Edifício Memorial Office Building decidiu devolver antecipadamente sete andares do prédio, o que equivale a 23% dos 30 andares. 

Pelo contrato, a empresa, cujo nome não foi informado, ficará no prédio até 16 de agosto. Caso até lá o fundo não consiga outros inquilinos, a rentabilidade dos investidores poderá ser reduzida.

No ano passado, o fundo Memorial foi o segundo mais rentável do mercado, com ganho total, somando cotas e rendimentos distribuídos, de 69,13%, segundo dados do site FundoImobiliário.com.br. Já neste ano, o fundo acumulava, até abril, uma perda de 16,39%. Hoje, na BM&FBovespa, a cota do fundo caiu 1,11%, para R$ 178,00, antes da divulgação do fato relevante, que saiu às 17h52, depois do fechamento.

O prédio, de 1999, fica no bairro da Barra Funda, ao lado do Viaduto Antárctica, na zona oeste de São Paulo.

A perda de inquilinos é um dos riscos de quem investe em fundos imobiliários que têm na locação sua fonte de receitas.

Nesta semana, outro fundo, o Hospital da Criança, administrado pelo BTG Pactual, anunciou que o inquilino conseguiu na Justiça reduzir o aluguel do imóvel que pertence ao fundo, reduzindo a rentabilidade dos investidores.