Índices americanos sobem mais de 1% antes de cúpula europeia

Nova York – As bolsas de valores dos Estados Unidos operavam em alta nesta sexta-feira, antes de um encontro entre líderes da União Europeia (UE) no final de semana que pode remover um dos maiores obstáculos para os mercados e permitir que investidores se concentrem na safra de balanços corporativos.

Às 12h15, o índice Dow Jones, referência da Bolsa de Nova York, avançava 1,39 por cento, para 11.702 pontos. O Standard & Poor’s 500 ganhava 1,47 por cento, para 1.233 pontos. O termômetro de tecnologia Nasdaq subia 1,45 por cento, para 2.636 pontos.

Na véspera, França e Alemanha informaram por meio de comunicado conjunto que os líderes europeus vão discutir uma solução para a crise no domingo, mas acrescentaram que nenhuma decisão será adotada antes de um segundo encontro, que deve ocorrer no mais tardar na quarta-feira.

Os mercados de ações têm mostrado expressivas oscilações nas últimas semanas, conforme operadores repercutem múltiplas notícias sobre a crise de dívida da Europa, e os mercados permanecem suscetíveis à volatilidade.

“Hoje tudo vai girar em torno da Europa”, disse o vice-presidente sênior da MF Global, John Brady, em Chicago.

“Todo o foco está no encontro deste final de semana.” No que pode ser um sinal de uma série de fortes balanços de companhias do setor industrial, as ações da Honeywell International subiam 3,7 por cento, após a companhia reportar resultados melhores que o esperado e melhorar a perspectiva para seu balanço.

Os papéis do McDonald’s avançavam 3,2 por cento, depois de a empresa registrar um lucro no terceiro trimestre acima do esperado, ajudado por vendas em setembro acima das expectativas em restaurantes abertos há pelo menos um ano.