Índices de atividade e emprego nos EUA centram as atenções

Destaque também para a publicação do PIB da Alemanha no segundo trimestre

São Paulo – A agenda econômica desta quinta-feira está pautada pela divulgação de índices de atividade nos Estados Unidos que, por sua vez, devem sinalizar como está o ritmo de recuperação da maior economia do mundo.

O dia começa às 9h30 (horário de Brasília) com a publicação do Initial Claims, índice que mede o número de pedidos de auxílio-desemprego nos EUA. O consenso, de acordo com o site Briefing,com, é que a quantidade de pedidos de auxílio-desemprego irá recuar de 417 mil para 407 mil.

Às 11h, a Associação de Executivos de Compras dos EUA divulga o índice mensal ISM (Institute for Supply Management), responsável pela mensuração do nível de atividade industrial nos EUA. A expectativa do mercado é que o indicador recue de 50,9 para 48,5 pontos em agosto.

Europa

O grande destaque na região vai para o PIB da Alemanha, previsto para às 3 horas. A projeção é de que a maior economia europeia tenha expansão de 0,1% no segundo trimestre do ano.

Ainda na região, o mercado acompanha no decorrer do dia a publicação do Purchasing Managers Index (PMI), uma pesquisa do Markit Economics, referente ao nível de atividade manufatureira na Zona do Euro, Alemanha e no Reino Unido.

Brasil

No Brasil, às 8 horas, a Fundação Getulio Vargas (FGV) publica números da inflação (IPC-S, referente a agosto). Às 9 horas sai o Índice de Preços ao Produtor, referente a julho e medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Já às 11 horas, o Ministério do Desenvolvimento, Indústria e Comércio Exterior (MDIC) divulga a balança comercial.