Bolsas europeias caem na última sessão de um forte trimestre

O índice FTSEurofirst 300, que reúne as principais ações europeias, fechou em queda de 1,10%, aos 1.091 pontos,

Londres – As ações europeias encerraram o último pregão do trimestre em baixa, com gestores de fundos realizando lucros em papéis que experimentaram um forte rali ao longo dos últimos três meses, voltando suas atenções ainda para preocupações sobre resultados corporativos e a situação macroeconômica.

Segundo números preliminares, o índice FTSEurofirst 300 , que reúne as principais ações europeias, fechou em queda de 1,10 por cento, aos 1.091 pontos, em sessão com apenas 80 por cento do volume médio em 90 dias.

O índice tem oscilado em uma faixa estreita de 40 pontos desde o começo de setembro.

Já o índice Euro STOXX 50, que reúne as blue chips da zona do euro e registrou seu melhor trimestre em três anos, caiu 1,8 por cento nesta sexta-feira.

“O rali tem sido conduzido por estímulos de bancos centrais. Para os mercados seguirem adiante, precisamos de desempenhos muito mais fortes de empresas e da macroeconomia, e aí as notícias estão ficando piores do que melhores”, afirmou o estrategista-chefe global na Standard Life Investments, Andrew Milligan, cuja empresa administra 157,6 bilhões de libras em ativos.

O principal índice da bolsa de Madri, o IBEX, teve perda superior a 1,5 por cento nesta sexta-feira depois de acumular alta de 17 por cento desde julho.

O indicador do setor bancário, por sua vez, recuou 1,5 por cento no último pregão do trimestre, tendo avançado cerca de 15 por cento no período de três meses depois que o presidente do Banco Central Europeu (BCE), Mario Draghi, se comprometeu a fazer o que fosse necessário para proteger o euro.

Em LONDRES, o índice Financial Times caiu 0,65 por cento, a 5.742 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX recuou 1,01 por cento, para 7.216 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 teve perdas de 2,46 por cento, a 3.354 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib teve baixa de 2,29 por cento, para 15.095 pontos.
Em MADRI, o índice Ibex-35 caiu 1,71 por cento, a 7.708 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 teve queda de 0,57 por cento, para 5.202 pontos.