Índice tem leve alta com investidor digerindo balanços

Ao lado da preferencial da Vale, Embraer e Ambev eram as principais pressões de alta sobre o índic

São Paulo – O principal índice da Bovespa registrava leve alta no início do pregão desta quarta-feira, quando investidores avaliavam nova bateria de resultados corporativos, incluindo o da estatal Petrobras.

Às 10h58, o Ibovespa tinha variação positiva de 0,14 por cento, a 46.782 pontos. O giro financeiro do pregão era de 613 milhões de reais.

Ao lado da preferencial da Vale, que divulga seus números do quarto trimestre após o fechamento do pregão, Embraer e Ambev eram as principais pressões de alta sobre o índice.

A Embraer divulgou pela manhã lucro líquido de quarto trimestre acima das expectativas do mercado, ultrapassando algumas de suas próprias previsões para o ano passado.

Por sua vez, a Ambev exibiu avanço de 27,2 por cento no lucro dos últimos três meses de 2013, em resultado impulsionado por melhor desempenho operacional e menores despesas com impostos. Em contrapartida, as ações da Petrobras impediam alta mais acentuada do índice ao recuarem 1,5 por cento, também na esteira de seu resultado trimestral. Apesar de ter vindo acima das estimativas do mercado, o lucro da Petrobras recuou 18,9 por cento no quarto trimestre na comparação com o mesmo período de 2012 e a divisão de abastecimento continuou apresentando prejuízo apesar dos reajustes nos preços dos combustíveis.

Analistas da Planner destacaram ainda o aumento do endividamento da companhia. “Os problemas da Petrobras ficaram bem claros quando se observa a situação de seu endividamento…no quarto trimestre de 2013, o endividamento líquido da empresa atingiu 221,6 bilhões de reais, um aumento de 50 por cento no ano.” ALL tinha a maior queda do índice, 6,50 por cento, após ampliar seu prejuízo no quarto trimestre em mais de 50 por cento sobre um ano antes.