Índice recua com investidores à espera do Fed

Ibovespa perdia 0,31%, a 48.407 pontos, giro financeiro era de R$1,08 bilhão

São Paulo – O mercado acionário brasileiro recuava nesta quarta-feira em uma manhã volátil, com investidores avaliando balanços de empresas e na expectativa da reunião do Federal Reserve, banco central norte-americano. Às 11h18 o Ibovespa perdia 0,31 por cento, a 48.407 pontos. O giro financeiro era de 1,08 bilhão de reais.

O índice iniciou o pregão em baixa e chegou a ensaiar uma alta, mas devolveu os ganhos. “O que estamos vendo é uma queda pontual devido à realização de lucros depois da alta da semana passada”, afirmou o analista Rudimar Joner Filho, da Banrisul Corretora.

Nesta sessão, investidores aguardavam o comunicado do Federal Reserve após sua reunião de política monetária, que poderia dar pistas sobre o futuro de seu programa de estímulos.

A divulgação nesta quarta de que o Produto Interno Bruto (PIB) dos EUA cresceu a uma taxa anual de 1,7 por cento, mais que o esperado pelo mercado, aumenta apostas de que o Fed sinalizará que está prestes a reduzir o programa de compra de títulos, que tem sustentado o fôlego de investidores por ativos de maior risco, como aplicações em bolsas. No fim desta manhã, puxavam o índice para baixo os papéis de Petrobras e Cemig. Itaú Unibanco também caía, conforme o mercado avaliava comentários de executivos na teleconferência de resultados da companhia.

Ambev era destaque de alta, após a empresa divulgar lucro líquido 1,1 por cento menor no segundo trimestre na comparação anual, mas melhor volume de vendas de cerveja no Brasil. Também subia o papel da Gerdau, em antecipação à divulgação do balanço da companhia na quinta-feira, depois da Usiminas, também do setor siderúrgico, ter divulgado prejuízo menor que o esperado.