Índice europeu recua 0,4% com vencimento de derivativos

Londres – As ações europeias tiveram nesta sexta-feira sua maior perda semanal desde o final de novembro em uma sessão instável, já que múltiplos vencimentos de contratos de derivativos de ações aumentaram a volatilidade do mercado. O medo de que o fim de semana possa trazer novos rebaixamentos de ratings de crédito soberanos ou corporativos aumentou o nervosismo perto do fechamento, disseram operadores.

“O sentimento está muito frágil hoje e as preocupações com a zona do euro estão impactando”, disse o analista da IG Markets, Chris Beauchamp. “Tudo pode acontecer no fim de semana e há preocupações sobre possíveis rebaixamentos.” O índice FTSEurofirst 300 das principais ações europeias fechou em queda de 0,51 por cento, aos 956 pontos, e terminou a semana com baixa de 2,85 por cento.

As ações tecnológicas tiveram as maiores perdas setoriais, com Nokia em queda de 3,9 por cento depois que a rival Research In Motion apresentou forte queda no lucro e uma nota pessimista da Exane BNP Paribas pesou sobre o sentimento.

Em LONDRES, o índice Financial Times baixou 0,25 por cento, a 5.387 pontos.
Em FRANKFURT, o índice DAX declinou 0,5 por cento, para 5.702 pontos.
Em PARIS, o índice CAC-40 caiu 0,88 por cento, a 2.972 pontos.
Em MILÃO, o índice Ftse/Mib recuou 0,38 por cento, para 14.572 pontos.
Em MADRI, o índice Ibex-35 perdeu 0,57 por cento, a 8.203 pontos.
Em LISBOA, o índice PSI20 caiu 0,47 por cento, para 5.318 pontos.