OGX e Petrobras levantam Bovespa, mas bancos pesam

O giro financeiro do pregão ficou em R$ 6,9 bilhões

São Paulo – A Bovespa começou maio no azul, apoiada pelos ganhos das blue chips OGX e Petrobras, em meio a ajuste de posição de estrangeiros nesta sessão pós-feriado.

O Ibovespa subiu 0,98 por cento, a 62.423 pontos. O pregão teve giro financeiro de 7,68 bilhões de reais. Em abril, o índice caiu 4,17 por cento, o pior resultado em sete meses.

OGX deu um salto de 5,82 por cento, a 14,00 reais. Segundo operadores, a inclusão do papel em carteiras recomendadas de diversas corretoras para o mês de maio contribuiu para o avanço do papel na sessão.

A preferencial Petrobras subiu 3,33 por cento, a 22,00 reais, puxada por rumores de possível reajuste no preço da gasolina, disse Luiz Roberto Monteiro, operador de renda variável na Renascença.

“Muita gente estava vendida em Petrobras e hoje as corretoras ligadas a capital estrangeiro são as maiores compradoras do papel”, afirmou. “É uma reposição em função da expectativa de um possível aumento nos preços dos combustíveis”, disse Monteiro.

A construtora MRV também contribuiu para o avanço do índice, com alta de 5,05 por cento, a 11,65 reais. O BTG Pactual adicionou a MRV à carteira recomendada para maio, avaliando que “embora o setor esteja enfrentando muitos desafios, depois das recentes vendas, vemos uma chance para entrar”, segundo relatório assinado por Carlos Sequeira, Bernardo Miranda e Antonio Junqueira.

“A curva de juros está beneficiando os papeis de construtoras e consumo, mais influenciados pelo impacto de queda de juros no mercado doméstico”, disse Gustavo Mendonça, economista na Oren Investimentos. Lojas Renner subiu 3,66 por cento, a 63,51 reais. Hering avançou 3,09 por cento, a 48,76 reais.

O que impediu um desempenho melhor do Ibovespa foi o setor bancário, com destaque para Banco do Brasil, que caiu 2,71 por cento, a 22,94 reais. Itaú Unibanco cedeu 2,47 por cento, a 29,24 reais. Fontes do governo afirmaram à Reuters que a presidente Dilma Rousseff deve anunciar na quinta-feira mudanças nas regras da caderneta de poupança.

No cenário externo, o índice Dow Jones, referencial do mercado acionário dos Estados Unidos, fechou em baixa de 0.08 por cento, com dados que mostraram que o setor privado norte-americano contratou menos que o esperado em abril. Na Europa, o principal índice da região caiu 0,42 por cento.