Indicadores positivos dos EUA fazem bolsa de NY subir

O índice de atividade ISM para o setor de serviços subiu a 58,9 em agosto

Nova York – A Bolsa de Nova York opera em alta modesta, em reação a indicadores positivos divulgados nos Estados Unidos. O índice de atividade ISM para o setor de serviços subiu a 58,9 em agosto, de 56,0 em julho; o número de pedidos de auxílio-desemprego feitos na semana passada ficou em 323 mil, abaixo das previsões, e a estimativa da ADP para o número de postos de trabalho criados no setor privado em agosto ficou em 176 mil, pouco abaixo da expectativa de 178 mil. As encomendas feitas à indústria norte-americana caíram 2,4% em julho, quando se previa uma queda de 3,4%.

Segundo Jonathan Corpina, da Meridian Equity Partners, “nada foi muito chocante hoje”. “Eu não acho que os dados de hoje vão mudar a expectativa quanto ao momento em que o Fed começará a reduzir suas compras de bônus; a grande questão é o informe de amanhã sobre o nível de emprego”.

As ações da LinkedIn subiam 2,7% minutos atrás, um dia depois de a empresa fazer uma oferta secundária de ações de US$ 1,2 bilhão; as da Groupn avançavam 5,3%, após elevação de recomendação pelo Morgan Stanley.

Às 14h25 (pelo horário de Brasília, o índice Dow Jones subia 19 pontos (0,13%), para 14.950 pontos; o Nasdaq avançava 9 pontos (0,27%), para 3.658 pontos; o S&P-500 ganhava 3 pontos (0,20%), para 1.656 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.