Ibovespa recua e amplia maior queda trimestral desde 2008

O receio de que uma desaceleração da economia mundial diminua a demanda por commodities prejudica as perspectivas do mercado

São Paulo – O Ibovespa opera em baixa e amplia sua maior queda trimestral desde 2008, diante do receio de que uma desaceleração da economia mundial diminua a demanda por commodities, prejudicando as perspectivas para as maiores companhias do País.

O principal índice da bolsa operava em baixa de 1,3 por cento, a 52.706,68 pontos às 11:49. Cinquenta e nove ações recuavam, enquanto nove tinham alta. O dólar avançava 0,9 por cento, para R$ 1,8564. O Ibovespa registra perdas de cerca de 15 por cento desde 30 de junho, a maior desvalorização desde o último trimestre de 2008.

A mineradora Vale SA, cujo principal mercado externo é a China, cai após o índice de atividade manufatureira do país asiático ter apontado nova retração. A Petróleo Brasileiro SA se desvaloriza junto com os preços de petróleo, diante de sinais de desaceleração do crescimento da China, Estados Unidos e Alemanha.

“Tudo é uma questão de estar em lugares seguros e, no momento, isso não inclui mercados emergentes”, disse Arthur Byrnes, que ajuda a administrar US$ 800 milhões como presidente da Deltec Asset Management, em Nova York. “O mercado está barato. Estou relativamente otimista, mas tentar descobrir qual é o fundo do poço é difícil porque nunca se sabe que manchetes vão surgir amanhã, principalmente na Europa.”

O governo da China vem limitando o crescimento do crédito e do setor imobiliário para conter a inflação, o que desacelera a demanda da segunda maior economia do mundo pelos produtos brasileiros. O índice do HSBC Holdings Plc. E da Markit Economics que acompanha a atividade nas fábricas do país ficou em 49,9 em setembro, o terceiro mês seguido de retração.

Vendas na Alemanha

As vendas no varejo da Alemanha tiveram em agosto a maior queda desde maio de 2007, segundo dados do departamento federal de estatísticas alemão. Os gastos dos consumidores dos EUA ficaram menores em agosto, diante da queda da renda, segundo o departamento de comércio do país. O índice GSCI da Standard & Poor’s, que acompanha 24 commodities, recuou 1,5 por cento.

O Ibovespa entrou no chamado “bear market” em julho após acumular 20 por cento de perda desde o pico do período de valorização, alcançado em novembro do ano passado. O índice ampliou as perdas para 27 por cento até ontem e é negociado a 9,2 vezes a estimativa de analistas para os lucros, segundo dados compilados pela Bloomberg. O múltiplo é igual aquele do índice da MSCI Inc. que acompanha ações de 21 países em desenvolvimento.

Os operadores negociaram R$ 5,34 bilhões em ações na bolsa ontem, segundo dados compilados pela Bloomberg. A média diária neste ano é de R$ 6,53 bilhões até 14 de setembro, de acordo com dados da bolsa.