Ibovespa recua com ajustes após Fed e antes de Datafolha

Agentes financeiros estão adotando um tom mais conservador na expectativa de publicação de nova pesquisa sobre a corrida presidencial

São Paulo – O principal índice da Bovespa recuava na manhã desta quinta-feira, ainda digerindo os sinais emitidos pelo Federal Reserve na véspera sobre o rumo dos juros norte-americanos e com agentes financeiros adotando um tom mais conservador na expectativa de publicação de nova pesquisa Datafolha sobre a corrida presidencial no país.

Às 11h48, o Ibovespa caía 0,35 por cento, a 58.901 pontos. O volume financeiro do pregão somava 2,2 bilhões de reais.

Na quarta-feira, o banco central dos Estados Unidos reafirmou a promessa de manter as taxas de juros do país perto de zero por um “horizonte relevante”, mas divulgou projeções que sugerem que poderá elevar o custo dos empréstimos um pouco mais rápido do que se pensava há alguns meses.

Na visão do economista do JPMorgan Michael Feroli, a manutenção da expressão “horizonte relevante”, trouxe algum alívio para o mercado de ações, mas o comitê se mostrou mais preocupado, o que faz com que permaneça a indicação de que o Fed elevará juros em 2015, conforme nota do banco a clientes.

Em Wall Street, o índice S&P 500 subia 0,42 por cento. De acordo com a nota do JPMorgan, do lado técnico, o S&P se mantém no canal de alta.

No front doméstico, as atenções estão voltadas para a divulgação, entre esta quinta e sexta-feira, de pesquisa do Datafolha, com agentes cautelosos sobre se será confirmada a tendência de queda ou ao menos estabilização da candidatura da presidente Dilma Rousseff.

Os papéis da Petrobras figuravam entre as maiores quedas do Ibovespa.

Do noticiário corporativo, a ampliação do programa habitacional Minha Casa Minha Vida (MCMV) em 350 mil unidades impulsionou as ações da MRV Engenharia na abertura, mas os papéis perderam o fôlego, acompanhando a piora na bolsa, e recuavam.

A valorização do dólar frente ao real perto de 2,37 reais beneficiava ações de empresas como Fibria, Suzano , Braskem, Embraer e Gerdau que têm receitas impactadas positivamente pela depreciação cambial, enquanto minava a Gol.

As ações da Vale também mostravam ganhos apesar de nova queda nos preços do minério de ferro.

Em entrevista à CNBC, presidente da mineradora, Murilo Ferreria, disse que não estava preocupado com a recente queda nos preços do produto.

Na ponta negativa do Ibovespa, chama atenção a queda nos papéis do setor de educação Kroton e Estácio , que agentes atribuíam a movimento de realização de lucros. No ano, esses papéis registram ganhos ao redor de 60 e 25 por cento, respectivamente.

O Credit Suisse também chamou a atenção para o rebalancemaento do índice FTSE, que incluirá a saída dos papéis ON de Itaú Unibanco e das PNs da Klabin e a entrada de Estácio, Qualicorp, Via Varejo, das units da Klabin e de B2W .