Ibovespa confirma tendência de baixa e momento é de venda

Analista do Itaú BBA explica que a perda do nível de 58.100 pontos consolidou a queda

São Paulo – Após quase um mês em uma zona considerada de indefinição, o principal índice da bolsa brasileira consolidou a sua tendência de baixa no curto prazo após romper o nível dos 58.100 pontos, aponta o analista gráfico do Itaú BBA, Marcello Rossi.

O Ibovespa terminou a terça-feira a 57.690 pontos e, depois, estendeu a baixa para 57.161 pontos ontem.

“Em um estresse maior é possível ver o Ibovespa abaixo desse patamar. O índice então aceleraria queda para a mínima dos 52.200 pontos, que é uma barreira muito importante”, explica Rossi em entrevista para EXAME.com.

Recuperação

Segundo ele, o mercado pode até apresentar algum repique nas próximas sessões, mas isso não mudaria a indicação de queda. “É um momento de sair e esperar a hora de certa comprar. Ficaria mais confiante para compra em 60.500 pontos”, aponta.

Rossi nota que o retorno ao patamar de 59.300 pontos seria o primeiro passo para uma recuperação da bolsa, mas ainda estaria em uma região de indefinição.

“Nada impede novas altas, mas é importante lembrar que nesse momento a ideia é embolsar algumas operações com lucro ou aceitar os prejuízos em posições que não estejam confortáveis para limitar uma perda adicional”, diz.