Ibovespa acompanha Wall Street e se firma em queda

A Bovespa migrou para o território negativo nesta terça-feira, acompanhando o movimento de Wall Street, onde os principais índices se firmaram em queda nesta tarde

São Paulo – A Bovespa migrou para o território negativo nesta terça-feira, acompanhando o movimento de Wall Street, onde os principais índices acionários se firmaram em queda nesta tarde.

Às 15h26, o Ibovespa recuava 0,57 %, a 53.637 pontos, após ter chegado subir 0,64 % na máxima intradiária. O giro financeiro do pregão era de 4,7 bilhões de reais.

Os principais índices norte-americanos firmavam a queda na tarde desta terça-feira, em meio a declarações de autoridade do Federal Reserve, o banco central dos Estados Unidos, com investidores em busca de sinais sobre o futuro do programa de estímulos monetários da instituição.

As petrolíferas Petrobras e OGX eram as principais influências negativas para o índice, juntamente com papéis de bancos.

Já as ações da Oi lideravam os ganhos do Ibovespa, após a companhia ter anunciar a indicação de Zeinal Bava, da Portugal Telecom, para o comando da companhia brasileira.

“A percepção no mercado é de que não poderia ter escolha melhor. Ele (Zeinal Bava) é um executivo muito conceituado em Portugal, o mercado gostou da notícia”, disse o superintende da CGD Securities, Raffi Dokuzian, em São Paulo. As ações preferenciais e ordinárias da Oi saltavam mais de 12 %.

Até o fechamento da véspera, os papéis acumulavam baixa de cerca de 46 % em 2013, em meio a dúvidas sobre a capacidade da Oi de entregar os resultados prometidos e do alto nível de endividamento da companhia. Ainda na cena doméstica, os mercados avaliavam dado que mostrou que a produção industrial brasileira surpreendeu em abril, registrando uma alta de 1,8 % na comparação mensal.