Hércules acompanha Mundial e cai 40%

Presidente de ambas empresas não sabe explicar a oscilação atípica dos papéis; Hércules sobe 455% no ano, Mundial 920%

São Paulo – Após a disparada de 255% somente nos dois primeiros pregões da semana, as ações da fabricante de talheres e utensílios de cozinha Hércules (HETA4) despencam nesta quarta-feira (20). Na mínima desta sessão, os papéis preferenciais caíam 40,5%, vendidos a 2,35 reais. Em 2011, as ações da companhia registram ganhos de 455%.

A Hércules conta com os mesmos acionistas que controlam a Mundial (MNDL4), outra empresa que mostra números expressivos na bolsa brasileira, com alta de 920% no ano. A Mundial também vê suas ações derreterem neste pregão. Na mínima, as ações preferenciais registravam desvalorização de 41,9%, vendidas a 2,98 reais.

O presidente da Hércules e também da Mundial, Michael Lenn Ceitlin, indagado pela bolsa a respeito da oscilação atípica dos papéis, disse que “não há qualquer informação que justifique a movimentação recente dos papéis da companhia”, mostrava o comunicado enviado à bolsa ontem.