Guedes deve controlar INSS e tudo para ler antes de a Bolsa abrir

Equipe de Bolsonaro planeja passar a gestão do Instituto que paga benefícios previdenciários para o Ministério da Economia

São Paulo – Leia as principais notícias desta quinta-feira, 6, para começar o dia bem informado:

As quentes do dia

Funai, INSS, Meio Ambiente: as indefinições dos futuros ministérios. Jair Bolsonaro se reúne nesta quinta-feira com seus futuros ministros para costurar o desenho de sua equipe de governo.

Equipe de Bolsonaro planeja INSS sob a gestão do Ministério da Economia. Segundo matéria da Folha de S.Paulo, o Instituto que paga benefícios previdenciários deve ficar sob o controle de Guedes. 

Cade vai investigar práticas anticompetitivas no mercado financeiro.  Matéria do Valor Econômico diz que serão apurados eventuais abusos relacionados a práticas que tenham por objetivo dificultar o surgimento e o desenvolvimento de novos concorrentes.

Plano de investimento de US$ 84 bi da Petrobrás será revisto por novo governo. Conforme matéria do Estadão, números apresentados pela estatal serão revisados logo no início de 2019, segundo fonte próxima a Jair Bolsonaro.

Maior franquia de hotéis do mundo vai abrir 13 novas unidades no Brasil. País hoje tem 34 hotéis de seis marcas do grupo e tem potencial para ser o principal mercado na América Latina. 

Indústria do aço deve fechar ano com alta de 8,9% nas vendas internas. Para 2019, a previsão é que as vendas cresçam 5,8%, alcançando 19,9 milhões de toneladas.

Itaú e BTG são os melhores gestores de fundos do país. Pesquisa da FGV, publicada com exclusividade por EXAME, indicou os melhores gestores de fundos de investimento e também os fundos 5 estrelas do mercado.

CFO da Huawei é presa por suspeita de violar sanções dos EUA ao Irã. Prisão da executiva, que é filha do fundador da empresa, pode escalar as tensões comerciais entre a China e os Estados Unidos.

 

Política e mundo

Turquia pede prisão de suspeitos de envolvimento no caso Khashoggi. O gabinete do procurador-geral de Istambul solicitou mandatos de detenção contra Ahmed al Assiri e Saud al Qahtani, suspeitos de planejar o homicídio.

Para onde vai a Funai no governo Bolsonaro? Dúvida preocupa indigenistas. Órgão que está desde 1967 na pasta da Justiça pode migrar para a Agricultura; presidente já prometeu que não haverá.

Câmara aprova projeto que afrouxa Lei de Responsabilidade Fiscal. Projeto permite que municípios recebam transferências, tenham garantia de outro ente e façam operações de crédito sem reduzir despesas acima do limite.

Governadores eleitos se reúnem em São Paulo e projetam desafios para 2019. Governadores eleitos de Rio Grande do Sul, Espírito Santo, Minas Gerais e Amazonas debateram desafios de gestão durante evento em São Paulo.

Gigantes de trading são investigadas por propina de US$ 31 mi na Petrobras. De acordo com o MPF, há suspeitas de que Vitol, Trafigura e Glencore pagaram propinas para intermediários e funcionários da Petrobras entre 2011 e 2014.

Enquanto você desligou…

Cade investiga Petrobras por abusar de posição dominante para fixar preços. A suspeita é que a estatal aproveite da situação de quase monopólio para determinar os preços dos combustíveis no mercado brasileiro.

Ibovespa avança ajudado por JBS em pregão sem Wall Street. Índice de referência do mercado acionário brasileiro subiu 0,47%, a 89.039,79 pontos.

Facebook deu acesso preferencial a dados para empresas, diz documento. Documento mostra como o Facebook debateu gerar receita por meio da venda de acesso a dados e monitorou e combateu rivais.

Agenda

Nesta quinta-feira, o destaque fica para os Estados Unidos, onde ocorre a reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) e onde serão divulgados a variação de empregos privados (ADP) em novembro, as exportações e importações realizadas pelo país no último mês, a balança comercial do país e  encomendas à indústria em outubro, os índices PMI Composto Markit e de Serviços em novembro e os estoques de petróleo bruto. Além disso, irão discursar no Comitê Federal do Mercado Aberto (FOMC) os membros Bostic e Willians e também Jerome Powell, o presidente do Fed (Federal Reserve, o banco central dos EUA).