Groupon dispara 50% em estreia na Nasdaq

Empresa conseguiu captar US$ 700 milhões com uma demanda 10 vezes maior que a oferta

São Paulo – As ações do Groupon (GRPN) disparam 50%, negociadas a 29,95 dólares, em sua estreia na Nasdaq nesta sexta-feira. Os papéis foram vendidos a 20 dólares cada um, acima do intervalo estimado pelos coordenadores da oferta (de 16 a 18 dólares). O preço eleva o valor de mercado da empresa para perto de 19 bilhões de dólares.

A demanda pelos papéis teria sido tão grande que a empresa parou de receber pedidos um dia antes da precificação. A procura levou o Groupon a aumentar a oferta em 5 milhões de papéis, totalizando 35 milhões.

Com isso, a operação levantou 700 milhões de dólares para a empresa, que agora está avaliada em 13 bilhões de dólares. Como comparação, o Yahoo! terminou a sessão de ontem com um valor de mercado de 19,5 bilhões e o LinkedIn de 8,4 bilhões.

A estratégia utilizada por Andrew Mason, fundador e CEO, foi disponibilizar apenas uma pequena fração da sua companhia para os interessados. A fatia de aproximadamente 5% é a menor desde 2000 para um IPO que almeja arrecadar mais de 200 milhões de dólares.

A operação foi a segunda maior do setor de internet neste ano, atrás apenas da oferta da russa Yandex, que arrecadou 1,4 bilhão de dólares em maio de 2011, segundo dados compilados pela Reuters. O Groupon possui 2.416 funcionários.