Grãos fecham em alta na bolsa de Chicago; milho despenca

Soja para agosto teve forte alta acompanhando a firmeza nos mercados físicos nos EUA e uma falta de entregas no primeiro dia do período de notificação

Os futuros da soja, do milho e do trigo fecharam em alta nesta quarta-feira na bolsa de Chicago (CBOT).

A soja para agosto teve forte alta acompanhando a firmeza nos mercados físicos nos EUA e uma falta de entregas no primeiro dia do período de notificação, disseram operadores.

O contrato teve alta de 24 centavos de dólar, ou 1,8 por cento, fechando a 13,74 dólares por bushel.

Já a soja com vencimento em novembro, referência para a nova safra norte-americana, subiu 3,25 centavos, a 12,0625 dólares, depois de cair abaixo de 12 dólares pela primeira vez desde maio.

O milho com vencimento em setembro teve alta de 3,75 centavos, fechando a 4,9925 dólares por bushel, com apoio de algumas compras de oportunidade de final de mês, depois de o clima favorável para as lavouras nos EUA ter levado a uma onda de vendas ao longo de julho.

O milho recuou 26,5 por cento em julho, maior perda mensal desde julho de 1996.

Já o trigo teve alta de 8,25 centavos nesta quarta, fechando a 6,635 dólares por bushel, por preocupações de que a oferta global não conseguirá atender à crescente demanda global devido a problemas climáticos.