Governo gaúcho decide adiar oferta de ações do Banrisul

A operação envolveria a venda de cerca de 49% do capital votante do Banrisul.

São Paulo – O Banco do Estado do Rio Grande do Sul anunciou nesta quarta-feira que seu controlador, o governo gaúcho, decidiu adiar a oferta de ações da instituição financeira citando as atuais condições do mercado.

A operação envolveria a venda de cerca de 49 por cento do capital votante do Banrisul. O anúncio da operação ocorreu em 4 de outubro e decepcionou o mercado, que aguardava uma potencial privatização do banco diante da grave crise financeira enfrentada pelo Rio Grande do Sul.

O adiamento ocorreu apesar do índice acionário Ibovespa acumular uma valorização de cerca de 20 por cento no ano até a véspera.

“A intenção de realização da oferta permanece em andamento e continuarão sendo observadas… as condições dos mercados financeiro e de capitais para decisão final sobre a realização da oferta”, afirmou o Banrisul em comunicado ao mercado.

O Rio Grande do Sul possui atualmente cerca de 204,2 milhões de ações ordinárias do Banrisul, representando 99,58 por cento do capital votante, e 28,8 milhões de papeis preferenciais, representativos de 14,2 por cento do total.