GOL nega conversas com Qatar e ação diminui alta

Segundo notícia da coluna Radar a Qatar Airways estaria interessada em se associar à GOL nos moldes da operação da Latam

São Paulo – As ações da GOL subiam nesta segunda-feira após notícia de que representantes da empresa teriam mantido conversas na semana passada para associação com a Qatar Airways, mesmo após a companhia aérea brasileira ter negado a informação.

Segundo notícia da coluna Radar, da revista Veja, a Qatar estaria interessada em se associar à GOL nos moldes da operação entre a chilena LAN e a brasileira TAM.

“A GOL Linhas Aéreas Inteligentes nega a informação”, informou a empresa em comunicado sobre nota publicada pela coluna Radar.

As ações da companhia aérea, que atravessa período de redução de custos para melhorar sua lucratividade em meio à desaceleração do crescimento do tráfego aéreo do mercado brasileiro, chegaram a subir quase 12 por cento no início dos negócios nesta segunda-feira.

Após a negativa da empresa, os papéis devolviam parte dos ganhos, exibindo valorização de 6,08 por cento, para 9,95 reais, às 11h14. O Ibovespa subia 1,43 por cento.

No comunicado, a GOL ressaltou que mantém acordo de compartilhamento de voos com a Qatar Airways desde janeiro de 2011 e que em junho desde ano as empresas anunciaram nova parceria, desta vez envolvendo programas de milhagem.

Em maio, a GOL negou que a Delta Airlines, que detém participação de 3 por cento na companhia brasileira, iria elevar sua participação na empresa ou que outra companhia poderia fazer parte de seu bloco de controle.

Atualmente, a legislação brasileira proíbe o controle de companhias aéreas no país por grupos estrangeiros.