Futuros de petróleo ampliam ganhos em meio a barganhas

Desde julho, o petróleo perdeu quase 50% de seu valor em meio à avaliação de que a oferta da commodity é excessiva e a que a demanda está fraca

Londres – Os futuros de petróleo operam em alta, ampliando ganhos vistos no final da semana passada, num movimento atribuído a operadores que fecham posições vendidas e buscam barganhas de fim de ano e que não parece ter relação com mudanças nos fundamentos.

Desde julho, o petróleo perdeu quase 50% de seu valor em meio à avaliação de que a oferta da commodity é excessiva e a que a demanda está fraca. A desvalorização se intensificou após a Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep) ter decidido, no mês passado, manter o teto de sua produção inalterado em 30 milhões de barris por dia.

Em conferência sobre energia realizada ontem em Abu Dabi, representantes de países do Golfo Pérsico defenderam o gesto da Opep e culparam produtores de fora do cartel pelo excesso de petróleo no mercado.

Segundo Torbjorn Kjus, analista de petróleo da DNB Markets, é natural que, após quedas muito pronunciadas do petróleo, haja demanda por barganhas e que níveis técnicos sejam testados, mas nada mudou do ponto de vista dos fundamentos.

“Vimos uma recuperação semelhante no fim de novembro e não foi duradoura”, lembrou Kjus.

Às 8h43 (de Brasília), o Brent para fevereiro subia 1,09%, a US$ 62,05 por barril, na plataforma eletrônica ICE, em Londres, enquanto na Nymex, o petróleo para o mesmo mês tinha alta de 0,86%, a US$ 57,62 por barril. Fonte: Dow Jones Newswires.