Follow-on da PagSeguro pode movimentar US$ 653 milhões a US$ 39 por ação

Oferta subsequente irá adicionar mais 16,75 milhões de papéis em livre circulação; dinheiro arrecadado não irá para o caixa da empresa

A PagSeguro definiu que os papeis da oferta subsequente serão negociados por 39 dólares. Com isso, o follow-on pode movimentar 653 milhões de dólares, visto que o UOL irá se desfazer de 16,75 milhões de ações classe A. A quantidade representa cerca de 5% da empresa.

A oferta subsequente será realizada no mercado secundário, o que significa que todo o dinheiro arrecadado com a operação não será destinado ao caixa da companhia e sim aos acionistas vendedores.

Negociadas nos Estados Unidos, as ações de classe A são consideradas de tipo simples por dar direito a apenas um voto em assembleia.

Após a operação o UOL passará a ser dono de aproximadamente 45,3% da companhia, no entanto, se manterá com cerca de 89,2% do poder de voto, já que é dono de ações tipo B, que dá direito a dez votos por ativo.

No dia do anunciou do follow-on, os papeis da PagSeguro chegaram a ter desvalorização pouco mais de 17% na Bolsa de Nova York (NYSE, na sigla em inglês), onde é listado. Apesar da perda recente, até a última quinta-feira (17), a empresa acumulava alta de 116% no ano.