Fitch rebaixa Brasil a “BB”, com perspectiva negativa

A agência Fitch rebaixou o rating soberano do Brasil para "BB", colocando a nota do país ainda mais dentro do grau especulativo

São Paulo – A agência de classificação de risco Fitch rebaixou nesta quinta-feira o rating soberano do Brasil para “BB”, colocando a nota do país ainda mais dentro do grau especulativo.

A perspectiva para o rating é negativa, o que significa que novas revisões para baixo poderão ocorrer adiante.

Entre outros motivos, a Fitch citou a contração maior que a esperada da economia brasileira, que as finanças públicas do país continuam sob pressão e mudanças repetidas nas metas fiscais que minam a credibilidade fiscal.

A agência de risco calcula que a dívida bruta do Brasil poderá alcançar quase 80 por cento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2017.