Fiat é impulsionada por compra de fatia da Chrysler

Aquisição de uma fatia de 38,2% fez as ações dispararem 4%

Milão – As ações da Fiat subiram mais de 4 por cento nesta quarta-feira, impulsionadas pelo otimismo na habilidade da montadora italiana de comprar a parcela remanescente de 38,2 por cento de sua unidade norte-americana Chrysler, o que lhe daria um grande benefício diante de um crescente mercado norte-americano.

Comentários do presidente-executivo da Fiat, Sergio Marchionne, na noite de terça-feira indicaram que ele estava pronto para pagar em dinheiro a parcela remanescente da Chrysler “a qualquer momento”.

Completar a compra da Chrysler ajudaria a o preço por ação da Fiat, uma vez que daria acesso à companhia ao “valioso fluxo de caixa de sua parceira norte-americana”, escreveu a Bernstein Research em um relatório em maio.

Marchionne disse que no passado a Fiat poderia pagar em dinheiro a parcela remanescente da Chrysler. Ele também mencionou na terça-feira não achava que as condições eram as certas para fazer isso agora.

As ações da Fiat encerraram o dia em alta de 4,79 por cento na bolsa de Milão.