Fertilizantes Heringer desaba 33% após pedido de recuperação judicial

A empresa de fertilizantes informou que suspendeu as atividades em 9 unidades

São Paulo – As ações da Fertilizantes Heringer registravam forte desvalorização na Bolsa nesta terça-feira. Por volta das 15h, os papéis caíam 28,36%, sendo negociadas por R$ 2,43. Na mínima do dia, a queda chegou em 33%.

A companhia entrou com pedido de recuperação judicial na comarca da cidade de Paulínia, em São Paulo.

Em comunicado enviado ao mercado, a empresa de fertilizantes informou que foi necessário readequar sua estrutura administrativa e operacional, por meio da suspensão das atividades nas unidades de Rondonópolis (MT), Dourados (MS), Três Corações (MG), Uberaba (MG), Rio Verde (GO), Porto Alegre (RS), Rio Grande (RS), Paranaguá (PR) e Rosário do Catete (SE), com consequente desligamento de funcionários.

Em relatório enviado a clientes, a CoinValores destacou que a empresa tentou fazer uma grande reestruturação nos últimos meses, mas sem sucesso, dada a sua situação precária de liquidez.

Destacou ainda que os números apresentados no terceiro trimestre de 2018 apontam uma dívida líquida de R$ 2,9 bilhões. “O EBITDA permanece negativo, fechando o trimestre R$ 24,1 milhões no vermelho, com um prejuízo líquido de R$ 117,4 milhões. ”

A companhia tem ações listadas na Bolsa desde 2007. Atualmente, o valor de mercado da Fertilizantes Heringer é de 130 milhões de reais.