Fator emergentes faz NY operar em alta modesta

O dia é marcado pela recuperação das moedas e das Bolsas de vários países emergentes diante do dólar

Nova York – As Bolsas dos EUA operam em alta, recuperando terreno após as quedas das sessões anteriores.

O dia é marcado pela recuperação das moedas e das Bolsas de vários países emergentes diante do dólar.

O mercado reagiu positivamente ao informe de que as encomendas à indústria norte-americana tiveram uma queda de 1,5% em dezembro; a expectativa era uma queda de 1,8%.

Ainda na manhã desta terça-feira, 4, o presidente do Federal Reserve Bank de Richmond, Jeffrey Lacker, disse durante evento na Universidade de Shenandoah, em Winchester (Virgínia), que o Fed deve continuar a considerar novas reduções em seu programa de estímulo à economia nos próximos meses, porque houve uma “melhora substancial” nas condições do mercado de trabalho.

O estrategista Robert Pavlik, da Banyan Partners, observou que o mercado pode estar passando por um “repique intracorreção”, depois das quedas recentes.

Com a ressalva de que “ainda há um risco de novas quedas”. “É suficiente dizer que os investidores deveriam manter distância de ativos de risco no curto prazo, à medida que não parece que a turbulência vá terminar em breve”, afirmou o analista Mitul Kotecha, do Crédit Agricole.

Entre os destaques da sessão estão as ações da Microsoft, que recuavam 0,6% minutos atrás, depois de a empresa anunciar a nomeação de Satya Nadella, chefe de sua divisão de software para servidores e empresas, para ser o novo executivo-chefe da companhia. Entre as ações de empresas que divulgaram resultados, os destaques são Yum Brands (+8,9%) e Michael Kors (+18,3%).

Às 14h (pelo horário de Brasília), o índice Dow Jones subia 29 pontos (0,19%), para 15.401 pontos; o Nasdaq avançava 17 pontos (0,44%), para 4.014 pontos; o S&P-500 ganhava 6 pontos (0,37%), para 1.748 pontos. Fonte: Dow Jones Newswires.