Facebook, Zuckerberg e bancos devem enfrentar processo

Juiz distrital Robert Sweet disse que os investidores poderiam apresentar queixas de que o Facebook omitira informações relevantes em seu documento de registro

Nova York – Um juiz federal disse que o Facebook, seu presidente-executivo Mark Zuckerberg e vários bancos devem enfrentar uma ação judicial que acusa a empresa de mídia social de enganar investidores sobre sua condição financeira antes da oferta pública inicial de 16 bilhões de dólares, no ano passado.

Em decisão divulgada nesta quarta-feira, o juiz distrital Robert Sweet disse que os investidores poderiam apresentar queixas de que o Facebook omitira informações relevantes em seu documento de registro.

Os investidores alegaram, entre outras coisas, que o Facebook deveria ter revelado projeções internas sobre como o avanço do uso em dispositivos móveis e decisões sobre produtos poderiam reduzir sua receita futura.

Na segunda-feira, Sweet determinou que os investidores também poderiam apresentar queixas acusando a Nasdaq OMX Group de esconder problemas tecnológicos que resultaram nas dificuldades envolvendo o processamento de transações no primeiro dia de negociação do Facebook na bolsa.