Ex-OGX apresenta proposta a credores e ações sobem mais de 30%

Se acordo for aprovado, dívida será convertida em ações da OGX. Durante o dia, papéis da OGPar chegaram a subir 34%

São Paulo — As ações da OGPar (ex-OGX de Eike Batista) subiram até 34% durante o pregão desta sexta-feira (28) e chegaram a ser cotadas a 5,99 reais cada uma, na máxima do dia.

A disparada aconteceu pouco antes de a empresa comunicar ao mercado que tanto a OGPar quanto a OGX Petróleo e Gás apresentaram uma proposta de acordo aos credores detentores de OSX-3 Senior Secured Callable Bond 2012/2015 emitidos pela OSX 3 Leasing BV e aos credores do Incremental Facility (veja a proposta completa). Tanto a OGPar quanto a OGX estão em recuperação judicial.

No documento, as companhias informam que não têm condições de pagar ou refinanciar parte de suas obrigações “em razão dos atuais preços do petróleo e levando em consideração a situação financeira” de ambas.

As empresas propõem, no entanto, que essa dívida seja convertida em ações da OGX. O montante chegaria a 1,85 bilhão de reais.

O plano, que ainda precisa ser aprovado, parece ter agradado o mercado. Um dos possíveis motivos para a euforia, segundo o professor de finanças Marcos Piellusch, da Fundação Instituto de Administração (FIA), é que alguns dos contratos da empresa podem ter como garantias seus próprios ativos. “Na visão da empresa, é melhor repassar suas ações do que perder ativos e diminuir sua capacidade produtiva”, diz ele.

No ano, os papéis da companhia acumulam ganhos de 84,33%.