Euro reduz perda com esperança de acordo sobre Grécia

O dólar superou 82 ienes no início da sessão europeia, pela primeira vez desde 6 de abril

O euro reduziu as perdas e voltou a superar US$ 1,28, em meio a esperanças dos traders cambiais de um eventual acordo que pavimentaria o caminho para a liberação da próxima parcela de socorro da Grécia quando os ministros das Finanças da zona do euro se reunirem na próxima segunda-feira (26).

A moeda também foi ajudada pelo fato de os mercados de bônus da zona do euro mostrarem pouca reação à notícia do adiamento para a próxima semana da reunião dos ministros das Finanças da zona do euro e membros do Fundo Monetário Internacional (FMI) para resolver os problemas da dívida grega. Além da necessidade de aprovar um financiamento extra para a Grécia, grandes desentendimentos sobre como colocar a dívida do país em um nível sustentável ainda persistem ente os governos da zona do euro e o FMI.

Os participantes do mercado deverão continuar atentos aos desdobramentos na Europa, mas com os mercados nos EUA fechados nesta quinta-feira (23) em razão do feriado de Ação de Graças, a atividade deverá diminuir.

O dólar superou 82 ienes no início da sessão europeia, pela primeira vez desde 6 de abril, após o opositor Partido Liberal Democrático (LPD), que está liderando as pesquisas das eleições de 16 de dezembro do Japão, reiterar sua promessa de reverter a força do iene e subjugar a deflação. O iene também recuou para uma mínima em sete meses em relação ao dólar australiano e foi negociado em torno dos níveis mais fracos desde maio ante o euro.

A libra estava mais firme após a ata da reunião de política monetária do Banco da Inglaterra (BoE) mostrar que os membros do comitê da instituição consideraram expandir o programa de compras antes de uma votação de 8 votos favoráveis contra um para mantê-lo.

Às 10h45 (de Brasília), o dólar estava em 82,31 ienes, de 81,67 ienes na terça-feira (20). O euro estava em 105,38 ienes, de 104,68 ienes ontem. O euro estava em US$ 1,2804, de US$ 1,2817. A libra operava em US$ 1,5935, de US$ 1,5916 ontem. As informações são da Dow Jones.