Euro cai ante dólar, pressionado por crise europeia

Apesar do sucesso do leilão de bônus de hoje na Itália, a moeda continua pressionada

Londres – O euro opera em baixa em relação ao dólar na manhã desta sexta-feira, ampliando as perdas das duas últimas semanas. Apesar do sucesso do leilão de bônus de hoje na Itália, a moeda continua pressionada em meio à crise fiscal da zona do euro.

O euro está na sua mínima histórica em relação ao dólar canadense, depois de bater esta semana outros recordes de baixa ante outras moedas, como o dólar australiano. A moeda europeia está também em seu nível mais baixo em relação à libra desde novembro de 2008.

Por sua vez, o índice do dólar, que mede seu desempenho em relação a uma cesta de moedas, bateu o nível mais alto em dois anos, levando alguns analistas a preverem novos ganhos para a moeda norte-americana.

“Esperamos que o dólar tenha um forte desempenho com a desaceleração global e a fraca resposta da política monetária”, disseram estrategistas do Morgan Stanley, em comunicado a clientes.

Em meio a uma escassez de dados da zona do euro, os últimos números da China mostraram que o produto interno bruto do gigante asiático cresceu a uma taxa anual de 7,6% no segundo trimestre, depois de avançar 8,1% nos três meses anteriores. O dado do PIB veio em linha com as expectativas, mas foi a taxa de crescimento mais fraca da segunda maior economia do mundo desde o primeiro trimestre de 2009 e gerou especulação de que Pequim poderá adotar novas medidas de estímulo.

Analistas, no entanto, destacaram as vendas do varejo chinês em junho, que foram mais fortes do que o previsto. Além disso, o governo italiano vendeu hoje o máximo pretendido de 3,5 bilhões (US$ 4,275 bilhões) em títulos federais de três anos, apesar da redução em dois graus do rating soberano da Itália, anunciada ontem pela Moody’s.

Às 9h22 (de Brasília), o euro caía para US$ 1,2187, de US$ 1,2203 no fim da tarde de ontem, e recuava para 96,61 ienes, de 96,80 ienes, enquanto o dólar cedia para 79,26 ienes, de 79,31 ienes. A libra, por outro lado, subia para US$ 1,5469, de US$ 1,5425 ontem. O índice do dólar declinava para 83,683, de 83,636 ontem. As informações são da Dow Jones.