Estrangeiros lideram movimentação na Bovespa em 2011

Esses investidores tiveram participação de 34,74% no ano, ante 29,57% em 2010

São Paulo – A BM&FBovespa informa, em seu balanço de operações de 2011, que os investidores estrangeiros lideraram a movimentação financeira no segmento Bovespa, com participação de 34,74%, ante 29,57% em 2010. Na segunda posição, ficaram os investidores institucionais, que obtiveram participação de 33,34%, ante 33,29%.

Já a participação das pessoas físicas recuou. Esse grupo movimentou 21,44% do giro da Bolsa, ante 26,41% no ano anterior. As instituições financeiras ficaram com 8,65%, ante 8,35%; as empresas, com 1,74%, ante 2,31%; e o grupo Outros com 0,08%, ante 0,06%.

Em dezembro, os investidores estrangeiros lideraram a movimentação financeira no segmento Bovespa, com participação de 39,07%, ante 32,98% em novembro. Na segunda posição, ficaram os investidores institucionais, que obtiveram participação de 32,20%, ante 34,29%. As pessoas físicas movimentaram 17,99%, ante 20,46%. As instituições financeiras ficaram com 8,81%, ante 9,33%; as empresas, com 1,92%, ante 2,87%; e o grupo Outros com 0,01%, ante 0,07%.

Em 2011, os investimentos estrangeiros nos papéis de empresas brasileiras, até dezembro, atingiu volume positivo de R$ 8,23 bilhões, resultado de R$ 9,58 bilhões em distribuições públicas (sendo 8,0 bilhões ofertados no Brasil) e do saldo negativo de R$ 1,35 bilhão na negociação no mercado secundário da BM&FBovespa.

No mês de dezembro, o balanço da negociação dos investidores estrangeiros na BM&FBovespa foi negativo em R$ 2,42 bilhões, resultado de vendas no valor de R$ 52,08 bilhões e de compras de ações de R$ 49,66 bilhões.

A participação dos estrangeiros nas ofertas públicas de ações, incluindo IPOs, representou 55,3% do total de R$ 17,33 bilhões, das operações realizadas com anúncios de encerramento publicados até 3 de janeiro de 2012.

Ainda conforme o balanço de operações, ao final de 2011, o número de clubes de investimento era de 2.852. Em dezembro, foram abertos 10 novos clubes. Em novembro, o patrimônio líquido era de R$8,97 bilhões e o número de cotistas estava em 117.078.

O número de contas de investidores pessoas físicas no mercado de ações foi de 583.202 no fim do ano passado. Ao final de 2010, o número era de 610.915.