Estaleiro de Eike pode mais do que dobrar na bolsa, diz HSBC

“Os principais aspectos da OSX não estão bem entendidos pelo mercado”, diz analista

São Paulo – A OSX Brasil (OSXB3) pode mais do que dobrar de preço na bolsa quando o mercado começar a entendê-la, sugere o banco HSBC em relatório. O estaleiro é uma das empresas de Eike Batista listadas na Bovespa. As outras são: LLX Logística (LLXL3), MMX Mineração (MMXM3), OGX Petróleo (OGXP3) e MPX Energia (MPXE3).

“Continuamos a acreditar que os principais aspectos da OSX não estão bem entendidos pelo mercado (ela não é – como alguns pensam – apenas um veículo fora do balanço para a OGX, e com a linha de crédito de até R$2,7 bilhões do FMM (Fundo da Marinha Mercante), ela conta com boas condições de financiamento)”, diz o analista David Phillips, que assina o relatório.

Segundo ele, “o projeto brasileiro da OSX está próximo de se tornar realidade”. Phillips cita a chegada da primeira plataforma-navio de petróleo da empresa, a FSPO-OSX 1, construída em Singapura. Quando for instalada no campo de Waimea, na Bacia de Campos, a plataforma será capaz de processar 80.000 barris de petróleo por dia. Sua capacidade de armazenamento será de 900.000 barris.

Além disso, ele explica, as obras no estaleiro Açu estão em andamento após uma indefinição sobre a localização da obra, que passou de Santa Catarina para o Rio de Janeiro por questões ambientais. Phillips espera que a OSX traga nos próximos 6 a 12 meses novidades sobre o financiamento e o contrato de outros 2 navios-plataformas (FPSOs OSX-2 e OSX-3) , além das plataformas (WHP-1 e WHP-2) e contratos de conversão para as FPSOs OSX4 e OSX-5.

O HSBC espera ainda possíveis notícias sobre trabalhos terceirizados (como navios-sonda para a Petrobras) e, por fim, “algum resultado real na forma de US$263.000 por dia gerados pela entrada em operação da OSX-1 no campo Waimea”, diz.

Projeções

O analista acredita que apenas a carteira de pedidos de FPSOs e o estaleiro Açú podem valer 600 reais por ação em 2014 ou em 2015. “Os níveis atuais representam uma grande oportunidade para entrar nessa história do grupo X”, diz. O HSBC tem a recomendação de alocação acima da média (overweight) para os papéis, com um preço-alvo de 700 reais. “Vemos potencial para a OSX mais do que dobrar”, destaca.