Espanha sobe e puxa ações após Escócia rejeitar separação

Rejeição à independência aliviou preocupações com movimentos separatistas similares na Espanha

Londres – As ações europeias subiam nesta sexta-feira, sustentadas pela decisão da Escócia rejeitar a independência do país em relação ao Reino Unido, o que aliviava preocupações com movimentos separatistas similares na Espanha.

Às 8h12 (horário de Brasília), o índice das principais ações europeias FTSEurofirst 300 tinha alta de 0,60 por cento, a 1.406 pontos.

O índice chegou a atingir um novo pico para 2014, a 1.410 pontos, marcando também seu maior nível desde o começo de 2008.

O índice de blue chips da zona do euro Euro Stoxx 50 subia 0,19 por cento para 3.277 pontos.

O índice espanhol Ibex subia 0,58 por cento, auxiliado pela queda nos rendimentos dos títulos de 10 anos do governo da Espanha.

Os mercados entenderam que o “Não” da Escócia, em seu referendo de independência, diminuiu as chances de um esforço maior pela separação na Catalunha.

“Para os mercados em geral, o resultado na Escócia foi provavelmente o melhor, pois a vitória do voto de ‘Sim’ não havia sido realmente precificada e poderia ter causado o caos, contagiando a Europa”, disse o gestor de fundo da Clairinvest, Ion-Marc Valahu.