Espanha capta 3,523 bilhões de euros a curto prazo

As taxas de juros estavam em queda

Madri – A Espanha captou nesta terça-feira 3,523 bilhões de euros através da emissão de bônus do Tesouro com vencimento a três e seis meses, com taxas de juros em queda, em sua última emissão do ano.

O Tesouro espanhol, que em suas previsões trabalhava com um margem de 2,5 a 3,5 bilhões de euros, aproveitou o clima relaxado dos mercados para uma captação ligeiramente superior ao previsto.

Nesse contexto, foi possível negociar taxas de juros em queda com relação à última emissão similar, de 27 de novembro, a 1,195%, contra 1,254% para a emissão a três meses, e a 1,609% contra 1,669% para a emissão a seis meses.

Nesta terça-feira, a taxa de risco sobre a dívida espanhola (a diferença entre as taxas a dez anos da Espanha e a da Alemanha, de referência) se situava em torno dos 400 pontos, contra os quase 405 pontos dos dias anteriores.

Com esta emissão, o país encerrou seu programa de financiamento para 2012, já que o produto destas emissões está destinado a cobrir suas necessidades de financiamento para 2013. O país somou este ano mais de 20 bilhões de euros captados.