Empresas escocesas sobem na bolsa após o não à independência

Os investidores receberam com alívio o resultado da consulta popular escocesa

Londres – As empresas escocesas que cotam na Bolsa de Londres e a libra esterlina subiram nesta sexta-feira após o “não” à independência da Escócia no referendo realizado ontem.

Após a abertura do pregão, os principais bancos com interesses na Escócia e seguradoras como a Standard Life registravam grandes altas depois que os investidores receberam com alívio o resultado da consulta popular escocesa.

Dessa maneira, as ações do Royal Bank of Scotland (RBS) avançavam 3,30%, enquanto as do Lloyds Banking Group ganhavam 2,11%.

Já a Standard Life ascendia 1,28%, assim como a empresa Weir, do setor da engenharia com sede em Glasgow, que subia 1,67%.

No mercado de Londres, a libra subia 0,38% em relação ao dólar até cotar a US$ 1,646, enquanto frente ao euro ganhava 0,58%, até 1,276 euro.

Depois da abertura, a Bolsa de Valores de Londres subia 46,42 pontos, 0,68%, e se situava em 6.865,71 inteiros.

A moeda britânica e algumas empresas escocesas tinham caído na semana passada depois que uma pesquisa sobre intenções de voto previu pela primeira vez a vitória ao “sim” à independência no referendo.

Alguns bancos tinham antecipado que tinham planos de contingência para transferir da Escócia a Londres suas sedes caso vencesse a cisão da Escócia.