Em reação a indicadores positivos, petróleo sobe

Os volumes foram reduzidos, em sessão abreviada por causa do feriado de Natal

São Paulo – Os preços do petróleo subiram, em reação aos indicadores positivos divulgados nos Estados Unidos na manhã desta terça-feira, 24, véspera de Natal, recebidos pelo mercado como sinal de que a demanda deverá crescer. Outro fator foi o noticiário sobre a intensificação dos combates entre grupos étnicos rivais no Sudão do Sul. Os volumes foram reduzidos, em sessão abreviada por causa do feriado de Natal.

Nos EUA, as encomendas de bens duráveis cresceram 3,5% em novembro, enquanto as vendas de imóveis residenciais novos alcançaram a média anualizada de 464 mil. No Sudão do Sul, a agência Reuters divulgou que a produção de petróleo teve uma redução de 45 mil barris por dia, para 200 mil barris por dia, por causa do conflito entre tropas leais ao presidente Salva Kir e forças que apoiam o ex-vice-presidente Riek Machar.

A Organização das Nações Unidas (ONU) começou a aumentar o número de tropas das forças internacionais de paz no país africano.

Na New York Mercantile Exchange (Nymex), os contratos de petróleo bruto para fevereiro fecharam a US$ 99,22 por barril, em alta de US$ 0,31 (0,31%). Na Intercontinental Exchange (ICE), os contratos do petróleo Brent para fevereiro fecharam a US$ 112,00 por barril, em alta de US$ 0,44 (0,39%). Fonte: Dow Jones Newswires.