Eletrobras desaba 10% com Bolsonaro se opondo à privatização

Candidato não concorda com a privatização das geradoras de energia da Eletrobras

São Paulo – As ações da Eletrobras registravam forte desvalorização na manhã desta quarta-feira. Os papéis ordinários recuavam 9,86% e os ordinários, 9,22%.

As ações repercutem a entrevista de Jair Bolsonaro (PSL) na última terça-feira. Ao jornal da Band, o candidato afirmou que mais de 50 estatais dão prejuízo e que estas podem ser vendidas ou extintas, mas fez ressalvas sobre a concessão das geradoras de energia da Eletrobras.

“Eu falei para o Paulo Guedes, energia elétrica a gente não vai mexer. A China não está comprando do Brasil, está comprando o Brasil. Você não vai deixar nossa energia nas mãos dos chineses, de terceiros”, disse o presidenciável.

Bolsonaro disse ainda que sobre a privatização das distribuidoras pode ser colocado em pauta, mas a sobre as geradoras de energia “ de jeito nenhum.”