Dona de pousada compra petroleira por engano

Por conta de erro do filho, uma senhora de 76 anos que é dona de uma pousada no Reino Unido poderá ser a controladora de uma petroleira que vale 2 milhões de libras

São Paulo – A proprietária de uma charmosa pousada em Malvern Hills, área rural do Reino Unido, pode se tornar repentinamente dona de uma exploradora de petróleo em Belize depois que seu filho comprou acidentalmente quase a metade das ações da empresa em seu nome.

Christopher Williams, um investidor de 38 anos que se autointitula “Chris Oil”, pensou estar comprando 10% da New World Oil & Gas – uma pequena exploradora de energia com negócios em Belize e na Dinamarca, listada no ínidce de pequenas empresas da bolsa de Londres- por 250 mil libras no nome de sua mãe. 

No entanto, por conta de um erro de cálculo, Judith Williams – mãe de Christopher e dona de uma pequena pousada no interior da Inglaterra – passou a ser titular de 48,7% das ações da petroleira. 

Para complicar mais ainda a situação da família Williams, as normas do Reino Unido exigem que um investidor que detenha mais que 30% das ações em circulação de uma empresa faça uma oferta para comprar o restante.

Segundo a Bloomberg Business, isso significa que a pequena empresária poderá ter uma conta de 2,1 milhões de libras para pagar.

Christopher está tentando cancelar o negócio, mas pode ser tarde demais. Se o negócio for concluído, em breve a senhora de 76 anos estará no comando de uma empresa que está explorando campos de petróleo em Belize, Guatemala, México e Dinamarca.