Dólar tem leves oscilações com exterior e cena eleitoral

Às 9h09, o dólar avançava 0,14%, a 3,9632 reais na venda, depois de ter encerrado a véspera no maior valor em dois anos e meio, a 3,9577 reais

São Paulo – O dólar iniciou a terça-feira com pequenas oscilações ante o real, dividido entre o ambiente mais tranquilo no mercado externo, com os investidores esperando pelas negociações entre Estados Unidos e China sobre comércio, e o resultado de pesquisa Ibope para a Presidência da República.

O levantamento, divulgado na noite passada, reforçou o cenário de que o candidato preferido dos investidores, Geraldo Alckmin (PSDB), ainda tinha preferência pequena dos eleitores.

Às 9:09, o dólar avançava 0,14 por cento, a 3,9632 reais na venda, depois de ter encerrado a véspera no maior valor em dois anos e meio, a 3,9577 reais. O dólar futuro tinha baixa de cerca de 0,15 por cento.

O Banco Central brasileiro realiza nesta sessão leilão de até 4,8 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de setembro, no total de 5,255 bilhões de dólares.

Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. Bruno Santana

    Nosso país precisa de um governo que coloque o Brasil os eixos novamente, esses reflexos na economia isso só mostra que o Geraldo Alckmin é mais qualificado para isso.

  2. João Rinoceronte

    Para o mercado acalmar, o dólar abaixar e o real valorizar, para a retomada do emprego e a renda dobrar temos uma solução e um caminho: Geraldo Presidente do Brasil G – 45

  3. Melhor candidato disparado é Geraldo Alckmin, melhor pra economia e pro povo!