Dólar tem leve baixa ante o real em dia de Ptax

Às 10:06, o dólar recuava 0,24 por cento, a 3,2423 reais na venda, depois de subir 0,54 por cento na véspera

São Paulo – O dólar registrava pequena baixa ante o real nesta quarta-feira, dia de formação de Ptax do mês e após subir na véspera com temores renovados de juros mais altos nos Estados Unidos.

Às 10:06, o dólar recuava 0,24 por cento, a 3,2423 reais na venda, depois de subir 0,54 por cento na véspera. O dólar futuro tinha baixa de 0,35 por cento.

“Os números da atividade econômica se mantêm em foco após fala do novo presidente do Fed, Jerome Powell, enfatizar atual cenário de forte crescimento econômico, favorável à normalização da política monetária”, destacou a corretora H.Commcor em relatório.

Na véspera, no seu primeiro depoimento ao Congresso dos Estados Unidos desde que assumiu o Federal Reserve, Jerome Powell afirmou que, pessoalmente, via que a perspectiva sobre a atividade econômica nos Estados Unidos havia se fortalecido de dezembro para cá e que sua confiança estava maior de que a inflação subiria.

Isso fortaleceu a leitura de os juros na maior economia do mundo podem subir quatro vezes neste ano, e não três como indicou o Fed antes, o que poderia atrair recursos aplicados hoje em outros mercados, como o brasileiro.

No exterior, o dólar subia ante a cesta, depois de ter atingido a máxima em três semanas após o depoimento de Powell.

Nesta manhã, serão conhecidos os números do Produto Interno Bruto (PIB) do quarto trimestre dos Estados Unidos, para o qual as previsões são de alta de 2,5 por cento, segundo pesquisa Reuters.

“Se Jerome Powell quiser mudar a impressão que deixou, terá uma nova chance amanhã, quando falará aos senadores”, acrescentou a Advanced Corretora em relatório.

Internamente, os investidores monitoravam o exterior, mas a formação da taxa Ptax –usada na liquidação de diversos contratos cambiais– de final de mês acabava deixando o pregão um pouco mais técnico no período matutino e há chance de maior volatilidade nos negócios.

O Banco Central brasileiro ainda não anunciou qualquer intervenção para o mercado cambial para esta sessão. Na véspera, o BC concluiu a rolagem do vencimento de 6,154 bilhões de dólares em contratos de swap cambial tradicional com vencimento em março. Em abril, vencem outros 9,029 bilhões de dólares.