Dólar tem leve alta com agenda cheia no mercado

Às 9h27, o dólar à vista no balcão subia 0,31%, a R$ 2,2690. O dólar futuro para abril tinha alta de 0,33%, a R$ 2,2710

São Paulo – A expectativa diante da agenda pesada desta semana, com Copom, reunião do Banco Central Europeu (BCE) e dados de emprego nos Estados Unidos, impõe cautela aos mercados financeiros nesta segunda-feira, 31.

O dólar opera em alta moderada ante o real tanto nos negócios à vista como no futuro, podendo ter uma sessão de maior oscilação em dia de formação de Ptax.

No entanto, a expectativa de entrada de fluxos de captações de empresas ou por causa da aposta de nova alta da Selic na quarta-feira pode ajudar a fortalecer o real.

Às 9h27, o dólar à vista no balcão subia 0,31%, a R$ 2,2690. O dólar futuro para abril tinha alta de 0,33%, a R$ 2,2710.

Hoje o BC fará um leilão de linha com recompra programada às 10h30, para rolagem de um vencimento de até US$ 2 bilhões e isso deve amenizar a volatilidade e pressão de alta sobre o câmbio hoje, juntamente com o leilão diário de até US$ 200 milhões em swap cambial das 9h30.

Hoje, a FGV divulgou que o Índice de Confiança de Serviços (ICS) recuou 0,4% na passagem de fevereiro para março, na série com ajuste sazonal, indo de 117,4 pontos para 116,9 pontos no período, abaixo de sua média histórica, que é de 123,8 pontos.

Já a confiança do empresário do comércio evoluiu em um ritmo desfavorável no primeiro trimestre de 2014. O Índice de Confiança do Comércio caiu 2,1% na comparação com igual período de 2013. Em fevereiro, a taxa trimestral interanual havia sido de -1,2%.