Dólar supera R$2,50 pela 1ª vez desde final de 2008

Investidores aguardam a divulgação do relatório de emprego dos Estados Unidos, que deve apresentar mais pistas sobre o futuro da política monetária

São Paulo – O dólar subia nesta sexta-feira, chegando a superar 2,50 reais logo após a abertura, após a divulgação de novas pesquisas eleitorais no Brasil e com os investidores aguardando a divulgação do relatório de emprego dos Estados Unidos, que deve apresentar mais pistas sobre o futuro da política monetária da maior economia do mundo.

Na véspera, foram divulgadas novas pesquisas do Datafolha e do Ibope, ambas mostrando a presidente Dilma Rousseff (PT) liderando a disputa nos dois turnos. No levantamento do Datafolha, Aécio Neves (PSDB) aparece em empate técnico com Marina Silva (PSB) no primeiro turno, gerando incertezas sobre quem chegará à segunda rodada da disputa.

Às 9h09, a moeda norte-americana avançava 0,09 por cento, a 2,494 reais na venda, após subir 0,28 por cento na véspera. Na máxima do dia, chegou a 2,5025 reais, maior patamar desde dezembro de 2008, auge da crise internacional.

Nesta manhã, o Banco Central dará continuidade às intervenções diárias no mercado de câmbio, com oferta de até 4 mil swaps com vencimentos em 1º de junho e 1º de setembro de 2015. A operação ocorrerá entre 9h30 e 9h40 e o resultado será conhecido a partir das 9h50.

O BC também fará nesta sessão mais um leilão de rolagem dos swaps que vencem em 3 de novembro, que equivalem a 8,84 bilhões de dólares, com oferta de até 8 mil contratos. Até agora, a autoridade monetária já rolou cerca de 9 por cento do lote total.