Dólar sobe e se aproxima de R$ 4,18 com cenário eleitoral nebuloso

O Ibope deixou de divulgar uma pesquisa e fez uma consulta ao TSE após realizar uma "adequação" que retirou da pesquisa o cenário com Lula

SÃO PAULO, 5 Set (Reuters) – O dólar iniciou os negócios desta quarta-feira em alta e próximo de 4,18 reais, com a indefinição sobre o quadro eleitoral doméstico diante de pedido do Partido dos Trabalhadores junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) para tentar manter a candidatura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

Na vépera, o Ibope deixou de divulgar uma pesquisa sobre a disputa presidencial, e fez uma consulta ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) após realizar uma “adequação” que retirou da pesquisa o cenário com Lula.

Além disso, o cenário internacional segue averso ao risco, impactando principalmente países emergentes, e ainda há renovadas preocupações com a guerra comercial entre Estados Unidos e seus parceiros.

Às 9:11, o dólar avançava 0,53 por cento, a 4,1750 reais na venda, depois de terminar a véspera praticamente estável, a 4,1531 reais. O dólar futuro tinha alta de 0,35 por cento.

O Banco Central realiza nesta sessão leilão de até 10,9 mil swaps cambiais tradicionais, equivalentes à venda futura de dólares para rolagem do vencimento de outubro, no total de 9,801 bilhões de dólares.

Se mantiver essa oferta diária e vendê-la até o final do mês, terá feito a rolagem integral.

Comentários

Não é mais possível comentar nessa página.

  1. João Pedro

  2. Tem um erro de ortografia aí, Na véspera*