Dólar sobe 2%; Prisão dos Schincariol…

Commodities derrubam bolsa

O Ibovespa caiu 2,4% nesta terça-feira. A queda foi impulsionada por ações do setor de siderurgia e mineração, num dia de forte queda no valor do minério de ferro. As ações preferenciais da siderúrgica Usiminas caíram 7,6%, as ordinárias da mineradora Vale caíram 6,8% e os papéis preferenciais da Metalúrgica Gerdau caíram 6,3%. No radar da Vale está ainda a notícia de que o Ministério Público Federal de Minas Gerais ingressou com uma ação exigindo o pagamento de 155 bilhões de reais da mineradora Samarco e de suas controladoras, Vale e BHP, por causa do desastre ocorrido na cidade de Mariana em novembro do ano passado.

_

Dólar sobe 2,3%

O dólar subiu 2,3% nesta terça-feira, a maior alta num mês e meio. Com isso, o dólar fechou o dia em 3,57 reais. A alta acontece após dados da economia chinesa mostrarem uma retração, pelo 14o mês seguido, da atividade industrial em abril. A alta da moeda também foi puxada pela atuação do Banco Central. O BC voltou a fazer o chamado swap cambial reverso, que é o mesmo que comprar dólares no mercado futuro. Ao todo, o banco comprou 490 milhões de dólares.

_

Itaú decepciona

Entre os destaques negativos da bolsa também estão as ações do Itaú Unibanco, que caíram 5,7% nesta terça-feira. A queda acontece após o banco divulgar uma queda de 9,6% no lucro do primeiro trimestre, para 5,18 bilhões de reais. O resultado mostrou-se pior do que o projetado por analistas, que era de queda de 8%.

_

Cielo surpreende

As ações da empresa de pagamentos Cielo subiram 4,2% nesta terça-feira, a maior alta do Ibovespa. A alta acontece após a companhia apresentar um lucro de 1 bilhão de reais no primeiro trimestre, uma alta de 12% na comparação anual. Analistas esperavam um lucro de 926,5 milhões de reais.

_

Schincariol de volta ao xadrez

A Justiça Federal de Assis, em São Paulo, determinou a prisão preventiva dos irmãos Caetano Schincariol Filho e Fernando Machado Schincariol, sócios administradores da Cervejaria Malta, por crimes tributários cometidos desde 2011. De acordo com a ação do MPF, os dois empresários foram condenados em diversos processos na Justiça Federal e na Estadual por crimes tributários e, mesmo com as condenações, eles mantiveram as práticas ilícitas. Desde 2001, os réus já responderam a 11 ações penais na Justiça Federal por crimes tributários, como apropriação indébita previdenciária e sonegação fiscal, além de formação de quadrilha e fraudes.

_

WhatsApp no ar

O aplicativo de troca de mensagens WhatsApp conseguiu derrubar a determinação judicial de bloqueio no Brasil no início da tarde desta terça-feira. A empresa foi proibida de oferecer seu serviço de mensagens durante 72 horas, a partir das 14 horas de ontem. A derrubada do bloqueio foi obtida pelo escritório Trench, Rossi & Watanabe, que representa o WhatsApp no país.

_

Retrocesso

As vendas de veículos novos de janeiro a abril caíram quase 28% no Brasil em relação ao mesmo período de 2015. A venda de 644.000 unidades foi o pior resultado para o primeiro quadrimestre em dez anos. O desempenho de abril também foi o mais baixo para o mês desde 2006, com vendas de 162.900 automóveis, comerciais leves, caminhões e ônibus.

_

700 bi de impostos

O Impostômetro, espécie de medidor eletrônico de impostos desenvolvido pela Associação Comercial de São Paulo (ACSP), deverá atingir nesta terça-feira, às 23h20, o patamar de 700 bilhões de reais. No ano passado, essa mesma marca foi alcançada no dia 4 de maio. O valor representa o total de impostos, taxas e contribuições pagos pelos brasileiros desde o início do ano.